Não tropecem na Língua

Quarta-feira, 19, 07 at 11:57 am Deixe um comentário

Gente, vou começar a postar várias dicas de Gramáticade do site Língua Brasil (www.linguabrasil.com.br). Esse conteúdo vai contribuir para que vocês superem as dificuldades naturais que surgem durante o processo de escrita. Vai servir, também, de reforço ao que Natal tem ensinado em sala de aula.

Um erro muito comum nos textos que vocês escrevem é a separação do sujeito e do predicado por vírgula. Gente, esse erro é fatal! Lembrem-se: nunca, jamais, never separem o sujeito do predicado por uma vírgula. Espero que vocês se lembrem o que é sujeito e predicado, né?

Bem, de forma bem simplória, sujeito é quem pratica ou sofre uma ação ou estado, e o predicado é o que sobra. A maneira prática de identificar o sujeito na frase é inserir o pronome “quem” como pergunta na própria frase.

Exemplo: “Os alunos do SuperAção vão passar no vestibular.” Então, quem são as pessoas que vão passar no vestibular?
Sujeito: os alunos do SuperAção
E o resto?
Predicado: vão passar no vestibular.

Geralmente, depois do sujeito há um verbo. Então, nunca coloquem vírgula antes desse verbo, beleza? Vejam mais detalhes no texto a seguir:

***
VÍRGULAS: DEPOIS DO SUJEITO

Como já tivemos oportunidade de dizer, não se coloca vírgula de ouvido simplesmente; não há uma necessária conexão entre vírgula e pausa – “nem a toda pausa corresponde uma vírgula, nem a toda vírgula corresponde uma pausa…”, sustenta Celso Luft. O fato é que a vírgula obedece a critérios sintáticos, não se devendo separar os termos da oração unidos sintaticamente, ou seja, colocar vírgula entre sujeito e verbo, entre verbo e complementos, a não ser que haja encaixes entre esses elementos.

Vírgula entre sujeito e predicado/verbo é erro, conseqüentemente. Maus exemplos:

*O Laboratório Botânico, está completando 15 anos.

*As conquistas recentes e o seu carisma, colocam Guga como o tenista mais popular de todo o circuito.

*A inobservância das obrigações estabelecidas nesta lei, sujeitará o infrator às penas previstas na legislação.

Exemplos corrigidos:

O Laboratório Botânico está completando 15 anos.

As conquistas recentes e o seu carisma colocam Guga como o tenista mais popular de todo o circuito.

A inobservância das obrigações estabelecidas nesta lei sujeitará o infrator às penas previstas na legislação.

Desconfie da vírgula antes do verbo! Ela só estará ali se houver um encaixe ou intercalação, que se marca por duas vírgulas:

Errado: O 1° Congresso Internacional de Educação Holística – CIEH, foi lançado com festa. [não vai a vírgula mesmo que na leitura se faça pequena pausa depois da sigla]

Certo: O 1° Congresso Internacional de Educação Holística – CIEH foi lançado com festa.

Com encaixe: O 1° Congresso Internacional de Educação Holística – CIEH, a ser promovido pelo Colégio Coração de Jesus, foi lançado com festa.

Observemos mais dois exemplos em que o sujeito está separado do seu predicado por uma intercalação entre vírgulas:

A propriedade utilizada pelo ex-governador Hercílio Luz para passar os dias de descanso no distrito de Taquaras, em Rancho Queimado/SC, está prestes a se transformar num empreendimento que unirá lazer e preservação do patrimônio.

A globalização, seja de forma direta ou indireta, está expondo os agricultores do Mercosul a um perigo mais forte: o de servirem de cobaias para agrotóxicos que são proibidos em países da Europa.

“Os advérbios terminados em mente são necessariamente colocados entre vírgulas?” Mirian Silva Rossi, São Paulo/SP

De jeito nenhum! Veja algumas boas frases: Esta é uma medida tecnologicamente possível. Falou incansavelmente para a multidão. Saiu-se razoavelmente bem. Ele disse que lamentavelmente não havia condições de retorno. As cores azul e verde correspondem respectivamente aos grupos 10 e 11.

Você só colocará o advérbio de modo (terminado em “-mente”) entre vírgulas se quiser dar ênfase especial ao que ele expressa, por exemplo: Ontem, infelizmente, não nos encontramos no colégio. As cores azul e verde correspondem, respectivamente, aos grupos 10 e 11.

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Um ano de história Feira do Verde

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Calendário

Setembro 2007
D S T Q Q S S
« Ago   Out »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Most Recent Posts


%d bloggers like this: